E SE...


Desde meados dos anos 1980, quando a FIFA autorizou os clubes a incluírem marcas publicitárias de patrocinadores em seus uniformes, o visual do futebol mudou um pouco. Um pouco não, bastante. Nos dias de hoje, mais do que anunciar uma nova camisa, a expectativa se volta para quem estará expondo sua logomarca por lá.


Eu, confesso, lamento. Assim como é bonito ver as seleções ainda desfilando seus uniformes "limpos", e até por isso mesmo deixando competições como uma Copa do Mundo tão charmosas, há casos de clubes que extrapolam. Sei que é necessário e tal, mas camisa de time com 5, 6, 7, até 10 anúncios vira apelação.

Nascido em 2002, o Metropolitano pegou esse tempo em que a propaganda na camisa é necessária - ainda mais para o tamanho do clube, que precisa dessa receita.

 Para fins de curiosidade, seguem ao lado os dois modelos atuais de camisas do Metropolitano caso não fosse necessária a inclusão de patrocinadores. Muito mais clean, concordam?

Fonte:Metrozêra

De torcedor para torcedor!